Grupos de Estética no facebook e suas pérolas

Comentários

7

Ricco Porto

outubro 17, 2014 2:05 pm Responder

Parabéns. Concluiu a reflexão que havia iniciado em fragmentos no próprio Facebook.
Está apoiada Mariana. Minha parte tenho feito, infelizmente pra isso tive que me afastar de grupos no FB e Whats Mas é melhor assim do que os desgastes que vinha sofrendo. Me coloco a disposição para o grupo de discussão científica saudável e trocas de experiências também. Sucesso a todos! #juntossomosmaisfortes

    maricnegrao81

    outubro 17, 2014 3:03 pm Responder

    Isso mesmo… sua colocação foi perfeita e trouxe aqui pro blog pq sao muitos profissionais e acho imprecindível a gente divulgar isso… vc tem toda razao, por isso te admiro

Eduardo

outubro 17, 2014 2:13 pm Responder

Uma boa parte dos que entram nos grupos é para vender alguma coisa e/ou produto. Fiz uma limpeza e sai de vários grupos. ..deixando somente os mais sérios.

elen

outubro 17, 2014 2:26 pm Responder

É exatamente isso mesmo,me revolta em saber que existem pessoas que fizeram cursos de fundo de quintal e estão exercendo livremente a profissão sem ter a capacitação nescessária,enquanto outros que demoraram anos estudando e batalhando para servir e dar o melhor serviço de qualidade.Outro ponto importante são “profissionais” que passam informações erradas,respostas infundadas que podem ser de grande risco á saúde da cliente,muito ridiculo!!!!

    maricnegrao81

    outubro 17, 2014 3:02 pm Responder

    Muito bem falado… tá cheio de respostas erradas mesmo… esqueci de comentar esse fato, vou acrescentar no post!

cintia

outubro 17, 2014 10:55 pm Responder

Concordo plenamente, sai de um grupo do Facebook porque havia muita discussão por nada, fiquei somente em um grupo sério no whats para trocarmos experiências.

Malu Godoy

outubro 20, 2014 1:45 pm Responder

Bom dia Mari e colegas. Você disse tudo, infelizmente ainda vivemos na cultura de “sempre levar vantagem”, acompanho alguns grupos e fico muito triste com as postagens sem contar as baixarias, ofertas de produtos com protocolos miraculosos, oferta de cursos sem qualidade e com informações esdruxulas (como você mesma já postou sobre trechos de apostilas) e os famosos vídeos que ensinam (erroneamente) de tudo. As pessoas precisam ter consciência de que lidamos com o “outro” e que além da pele, face e corpo, temos em nossas mãos muitas espectativas e emoções, por isso trabalhar sempre da melhor maneira com respeito e conhecimento. Mais uma vez Parabéns e abraço.

Comentar