Para cada guerra, um ato de amor

Comentários

2

Maria Inês Harris

abril 11, 2016 2:46 pm Responder

Completando Mariana:
mesmo que a gente encontre esses “profissionais” no caminho e que chague mesmo a ficar desmotivado em dar aula e promover o estudo como principal fator chave para progresso e consolidação da área, por outro lado a gente encontra profissionais como vc. Acompanhar você e seu trabalho na conscientização dos novos profissionais são grandes motivadores e fonte de inspiração! Obrigada!!!

Luciana Brasileiro

junho 17, 2016 1:10 am Responder

Maravilhoso texto Mariana, admiro muito você!
É por isso que luto todos os dias, por mais amor, mais parcerias e mais ética profissional.

Comentar